A preocupação com a estética corporal faz com que indivíduos busquem cada vez mais opções radicais e intervencionistas na tentativa desesperadora de alcançar aquele tão sonhado corpo de revista. É nesse momento, quando a dieta já não funcionou mais, a atividade física não está desenvolvendo e, apesar de todo o esforço, o individuo não consegue atingir seu objetivo, seja ele perder peso ou ganhar massa muscular. Via de regra, essas pessoas encontram-se em situações nas quais o metabolismo celular está uma verdadeira bagunça e é nessa hora que a pessoa deve entender a necessidade de procurar um especialista no assunto.

Nessa área, avalio o perfil hormonal e o caos metabólico em que cada paciente se encontra, devido a inúmeros motivos. Observo os erros na dieta que são extremamente comuns, mesmo que o individuo acredite que siga uma dieta adequada e coerente para seu objetivo. É muito comum hoje culpar o carboidrato como vilão na busca pela perda do peso, quando na verdade, via de regra, é a falta do carboidrato certo que está prejudicando seus objetivos. Ou seja, saber o tipo de carboidrato (complexo/simples), quantidades, horários, combinação com outros macro e micronutrientes e, o mais importante de tudo, a individualização e personalização do plano alimentaré fundamental. O que funciona para um paciente, provavelmente não funcionará para outro. Cada caso deve ser analisado criteriosamente sob a ótica endócrino-metabólica e, a partir daí, individualizar o tratamento.

Cada tipo de alimento que ingerimos interfere de alguma maneira em nosso metabolismo e no funcionamento hormonal. Portanto, ao analisar criteriosamente o perfil hormonal e metabólico de cada paciente, conseguimos montar uma dieta apropriada para cada caso. Além disso, muitos pacientes necessitam realizar a modulação de seus hormônios através da utilização de hormônios bioidênticos a fim de que seus resultados sejam mais expressivos por conta dos distúrbios e desbalanços hormonais que são, hoje em dia, cada vez mais comuns em virtude da má alimentação e dos péssimos hábitos de vida que colocam nosso equilíbrio hormonal em um caos sem fim. Portanto, outro fator crucial nessa empreitada é a modulação hormonal para aqueles pacientes que nitidamente encontram-se em franco desequilíbrio. Algumas das queixas mais comuns e que já nos mostram a necessidade da utilização de hormônios bioidênticos para equilíbrio da saúde: queda de energia, indisposição, diminuição da libido e outras alterações sexuais, irritabilidade excessiva, alterações no ciclo menstrual, queda de cabelo, unhas quebradiças e com menos vida, palidez, dificuldade para ganho ou perda de peso apesar da dieta e treino, distúrbios do sono, cansaço excessivo, surgimento excessivo de celulites, edema em membros inferiores, sensibilidade ao frio e calor, queda no apetite, compulsão por doces ou salgados e por aí vai.

Portanto, não há motivo para desespero e busca por radicalismos. Procurando a ajuda certa, conseguimos resultados sem loucuras e a busca pelo emagrecimento ou ganho de massa saudável se torna possível dessa maneira.

Dr. Marcelo Amoretti

CRM 168206

- Graduado pela Faculdade Estadual de Medicina de Marília (FAMEMA)

- Membro da SOBRAF (Sociedade Brasileira para Estudos da Fisiologia)

- Nutrologia

- Modulação Hormonal

- Medicina Esportiva

Contato: 17-981030100 (agendamento)

[email protected]